Notícias


Coronavírus e as Medidas Econômicas adotadas pelo Governo Brasileiro



De acordo com a análise da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), a instabilidade econômica causada pelo coronavírus deverá custar à economia global US$ 1 trilhão de dólares.

Segundo o especialista Richard Kozul-Wright, o vírus já causa grandes prejuízos ao mercado, especialmente à cadeia de suprimentos mundial. No Brasil, a cotação dos commodities despencou após o aparecimento do surto na China, principal compradora dos produtos nacionais, sendo que o preço do petróleo recuou 15,5%.

Na esfera financeira, a Bolsa brasileira teve sua maior queda desde a crise de 2008, tendo as negociações sido paralisadas por duas vezes (circuit breaker) na última quinta-feira (12), após a constatação de que o seu principal índice, o Ibovespa, havia caído mais do que 10%. Enquanto o Ibovesta fechava o dia com queda de 14,76%, o dólar alcançou a casa dos R$ 5 reais pela primeira vez na história, tendo fechado em R$ 4,786.

Na tentativa de combate ao cenário avassalador, o Governo brasileiro informou que adotará medidas a fim de conter os impactos econômicos dessa pandemia, tendo o presidente Jair Bolsonaro anunciado, na quinta-feira (12), que destinará R$ 5 bilhões de reais ao combate do coronavírus.